Pensée

Falar de amor... é deixar o amor falar.

Textos


Gift retirado da Internet


Já te sentiste como eu?
 


Quando solto palavras doloridas
Grávidas de raiva
Descontente com o mundo
Descontente com muitos des(humanos)?
Sentiste, acaso, que as tuas palavras
Não fizeram eco
Porque as pessoas perdem o tempo
A mirar o seu umbigo
À procura de mais
Tentando alcançar o pódio
Para terem um lugar de destaque?

Ah, sim?!
Então, tal como eu, deves sentir
Que nesses momentos
Apetece mais ainda
Vomitar palavras balas
Sobre as prioridades de alguns...muitos
De deitar cá para fora as palavras que nos aleijam a alma
Porque a nossa alma tem olhos…
Vê e sente asco, muito asco
Das habilidades pintadas de cores políticas.


14-06-2007
 
                      Lucibei@poems
                         
Lúcia Ribeiro
                                   In "Muita Poesia e Pouca Prosa"

 
Lucibei
Enviado por Lucibei em 23/02/2017
Alterado em 04/01/2018
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras