Pensée

Falar de amor... é deixar o amor falar.

Textos


Evento de Carmen Cardin

Peço a vossa atenção
Prás quadras que vão ser lidas
Pela Cláudia e pela Céu
Duas damas divertidas.

 
Vamos dar o nosso melhor
De garganta afinada
Pra contar a tarde d’ hoje
De forma bem animada.
 
Abriu portas a AEVC
Juntamente c’o Ceval
Pra receber a escritora
Que adora Portugal.
 
Estivemos, aqui, reunidos
Prá Carmen Cardin saudar
Poetisa de sucesso
Que nos veio visitar.
 
Ajudou à decoração
A loja de regionais
De seu nome, “Casa Sandra”
Que se esmerou por demais.
 
Tivemos o Álvaro Maio
Na música e apresentação
Com muita força na voz
E muita dedicação.
 
Prá organização do evento
Trouxe com ele a morena
De seu nome Isilda Nunes
E a noite ficou amena.
 
Tivemos a colaboração
Da Dr.ª Laurinda Figueiras
Que a poetisa trajou
Com emoções verdadeiras.

Também enviou um miminho
Para esta sala animar
A ronda da Meadela
Que veio o traje mostrar.
 
Vieram o traje mostrar
Com muito gosto e mestria
Assim como a escritora
Exultantes de alegria.
 
Para abrilhantar a tarde
Esta tarde sem igual
A Dr.ª Conceição Lima
Trouxe o seu manancial…
 
Manancial de saberes
De poesia e literatura
E da poeta Cardin
Uma ilustre figura.
 
E que seria da festa
Se alguém não tivesse flash
E registasse os momentos
De um evento desta classe?
 
Falo da Isabel Pereira
Sempre pronta a registar
Os momentos mais bonitos
Que a vida nos pode dar.
 
Agora é chegada a hora
De falar de Carmen Cardin
Que com versos primorosos
Nos deixa num frenesim.
 
Esta professora artesã
Alegre e muito eclética
É designer de ambientes
Pratica a arte da estética.
 
E na cozinha dá cartas…
Também sabe cozinhar
Pra deleite dos amigos
Que não cansam de a admirar.
 
Nasceu no Brasil, no Rio
Na América está a morar
Mas desde que se conhece
Que gosta de rabiscar.
 
Versos que são o alento
De todo e qualquer leitor
Que adora conteúdos
Onde impera o amor.
 
“A Música das Estrelas”
Retrata bem a saudade
Que a poetisa sentiu
Dos lusos e da cidade.
 
Uma cidade tão linda
Com o Lima a bordejar
Patcwork de emoções
Que não se pode olvidar.
 
E lá no cimo do monte
Santa Luzia protege
Todo o cristão vianense
Sem esquecer o herege.
 
Quem quer cansar o olhar
De tanto espraiar a vista
Tem que rumar a Viana
Dedicar-lhe uma visita.
 
E desta feita, o livro
Que acaba de apresentar
É um “Bordado de brisa”
Que as mentes vem refrescar.
 
 Refrescar o ébrio espírito
Com momentos de encantar
Versos saídos da alma
Aberta de par em par.
 
Terminamos agradecendo
A sua disponibilidade
Pra visitar Portugal
E amar nossa cidade.



Lucibei@poems
Lúcia Ribeiro
In “Muita poesia e Pouca Prosa




 
Lucibei
Enviado por Lucibei em 25/07/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras