Pensée

Falar de amor... é deixar o amor falar.

Textos


Gift retirado da Internet


O Velho e o Novo
 
Eu quero um Novo de ideias sadias
Diferente do antigo, Velho sabido;
Que seja diferente e não convencido
Pois com ele viverei todos os dias.

 
Quero ser feliz sem usar cobardias
Que tolhem a felicidade e libido.
Quero um viver e sonhar consentido
A vida dispensa emoções tardias.

 
Quero um Novo bastante alucinante
Mui glamoroso e bastante atrevido
Seremos um dois em um fascinante.
 
Que tudo corra como o prometido
Numa viagem lunar excitante
Em que o velhote não esteja envolvido.



01/01/2020
* Este soneto refere-se ao no Velho e Ano Novo.

Lucibei@poems
Lúcia Ribeiro
In "Muita Poesia e Pouca Prosa"
Lucibei
Enviado por Lucibei em 04/01/2020
Alterado em 08/01/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras